29 janeiro, 2015

Peek-a-boo - para adopção responsável


O Peek-A-Boo é um porquinho macho com cerca de 6 meses a quem tinha saído a sorte grande.
Foi para casa de uma família que tudo fez para lhe dar o melhor - carinho, boa alimentação, uma gaiola grande…

Era a estrela da casa, mas recentemente a dona começou a ter alergias, que gradualmente foram piorando, e agora não pode ficar com ele.

O Peeka precisa então urgentemente de um novo lar, de alguém que tenha disponibilidade e vontade de ter um porquinho para a vida.


Note-se que apesar de ser urgente, esta é uma adopção responsável e o bem estar do porquinho estará sempre em primeiro lugar.

Encontra-se na zona de Lisboa.

Para mais informações, for favor contactar:
Ana Margarida Gavancha
anamcgavancha@gmail.com

Nunca é demais relembrar:
Faça testes para saber se é alérgico a porquinhos mesmo que nunca tenha tido sintomas, ou se está a tomar algum tipo de medicação
Se decidir comprar um porquinho numa loja, que seja de confiança.
Ainda assim, é sempre mais seguro adquirir um porquinho a um criador de confiança, que possa receber de volta em caso de emergência.




28 janeiro, 2015

Devo ter um porquinho?

Muito bem, decidiu ter um porquinho-da-índia.

Miya

Fez pesquisa, já sabe se vai comprar ou adoptar, se vai ser de raça ou não, qual o tamanho da gaiola, os cuidados básicos, os cuidados na alimentação mas... e se for alérgico a porquinhos-da-índia?

Esta é a primeira pergunta que nos devemos fazer quando decidimos ter um porquinho da índia: serei alérgico?


Não são raros os casos em que pessoas têm de dar os seus porquinhos porque descobrem que são alérgicas. E o que muitas vezes começa com ligeiros espirros evolui para complicações respiratórias bastante graves. Por vezes não são alérgicas ao porquinho, mas são alérgicas a ácaros e pó, e esquecem-se que ter porquinhos significa ter feno ou mesmo aparas de madeira em casa.
Infelizmente os porquinhos têm de ser dados para adopção, como podem ver aquiaqui e aqui.

O caso que mais me marcou foi o de uma criança que tinha 2 porquinhos da índia.
Um dia chegou a casa e a mãe tinha sido hospitalizada porque teve uma crise asmática resultado de uma reação alérgica aos porquinhos. O pai levou a mãe ao hospital e tratou de colocar os porquinhos fora de casa nesse mesmo dia. A criança compreendeu, claro. Mas imaginam o desgosto e a aflição?

Por isso, mesmo que nunca tenha dado conta, vá a uma loja de animais, a casa de um amigo, a uma exposição do CAPI, peça para pegar num porquinho, dê-lhe festinhas, pegue-o ao colo, esteja na mesma divisão que o porquinho o máximo de tempo que for possível.
Tente fazê-lo em dias diferentes, e tome nota se alguma vez sentir a pele irritada, comichão, vermelhidão ou mesmo vontade de espirrar.

Se tem alergias, fale com o seu médico e faça os testes.

Não há desgosto maior do que trazer um novo amigo para casa, começar a afeiçoar-se e pouco tempo depois ter de o dar.

Pense na sua saúde e no bem-estar do seu novo amigo.

E porque não sou médica, nem tenho alergias, deixo aqui um artigo sobre o assunto que explica melhor.





25 janeiro, 2015

21 janeiro, 2015

Sessão fotográfica III


Alcofas novas pedem uma super limpeza à Piggie Mansion e algumas mudanças.
E sempre que há mudanças na gaiola, as princesas têm de inspecionar tudo primeiro...


Exacto. Tudo limpo. Por agora...

 

Mais sobre gaiolas, e ainda um vídeo, no separador GAIOLAS.